Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title

Everaldo tem uma particularidade pois ingressou no ramo farmacêutico aos 21 anos já em uma grande empresa a Frumtost Laboratório de Colírios e sempre trabalhou nas maiores empresas do ramo farmacêutico, como o laboratório Beecham, Bristol, Fontoura Wyeth, Biolab, Merck e por último foi Gerente Brasil e de Treinamento no Ativus.

Everaldo acha que hoje é muito mais fácil para trabalhar, embora tenhamos mais cobrança, porque antigamente as dificuldades eram maiores, faziam-se vendas, cobranças em carteira, etc.

Nas reuniões, antes de mais nada prestava-se conta do que vendeu e recebeu e se estivesse mecanizado (era quando o representante utilizava o dinheiro da duplicata) o representante já era dispensado ali mesmo, sem participar da reunião.

MEU RECADO
Meu recado é o seguinte tenho certeza absoluta que nossa profissão é muito bonita, porém exige muita dedicação, mas ao mesmo tempo dá muito prazer, orgulho, quando você vê o resultado, por exemplo: ver o paciente sair com uma receita de nosso produto, isso é muito satisfatório. Por isso afirmo que o mais importante da categoria é o representante não a gerência, porque o trabalho acontece no consultório médico, e quem pensa em ingressar no ramo farmacêutico para ficar bem não se ilude, pois precisa trabalhar muito para alcançar os seus objetivos. Agradeço a oportunidade de contar um pouco da minha história.

Everaldo Mattiello

Clique nas fotos para ampliar